Como escolher uma corretora para investir no Tesouro Direto?

 

Escolher uma corretora para investir no Tesouro Direto é uma das principais dúvidas e empecilhos que acabam impedindo as pessoas de investir.

De uma maneira simples, existem três coisas que você deve analisar antes de escolher sua instituição financeira, e assim começar a investir.

A primeira das coisas e uma das mais importantes a serem avaliadas é a taxa de administração cobrada pela instituição, já que ela afetará de maneira direta os seus ganhos. Quanto mais baixa for a cobrança da taxa, melhor para você que irá economizar. Existem corretoras que nem mesmo cobram taxas, mas é necessário pesquisar para ver se as opções oferecidas são adequadas para você.

Quase todas as corretoras cobram taxas, mas ao contrário do que muitas pessoas pensam, as taxas mais baixas não estão vinculadas aos bancos, por isso não considere uma taxa de 0,5% ao ano baixa, já que muitas corretoras cobram 0,1% ao ano.

O nome de todas as corretoras autorizadas estão no site do Tesouro Direto, então para escolher a melhor para você, basta entrar no site.

As funcionalidades oferecidas também são outro ponto importante, que mercê atenção. Taxas muito baixas podem esconder dificuldades futuras, por isso análise também: Se o agente é integrado ao Tesouro, se permite aplicações programadas e se repassa os recursos para sua conta no mesmo dia. Quando a corretora é integrada ao Tesouro, você pode investir através do “Homem broker” da corretora, o que facilita para os iniciantes no site do Tesouro Direto, que tendem a ficar confusos com todas as informações.

Com as aplicações programadas é possível agendar para reinvestir automaticamente nos títulos de interesse, além de programar a venda ou a compra antecipadamente.No caso do repasse, o ideal é que seja feito no mesmo dia.

E por fim, o porte da corretora, que também precisa ser levado em consideração. Quando maior for a corretora, menor a chance dela quebrar e você se prejudicar. O ideal é que ela esteja entre as 10 primeiras do Ranking por Número de Compras.

De uma maneira geral, estes 3 fatores são relevantes na hora de escolher uma corretora, por isso dê preferência a uma corretora com baixa taxa de administração, com funcionalidades supracitadas e que tenha uma boa colocação, assim você terá mais chances de ser bem sucedido em seus investimentos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *