Perspectiva de supersafra de café em 2018 é abalada por causa do clima seco

Image result for Perspectiva de supersafra de café em 2018 é abalada por causa do clima seco

Aquela ideia de que o Brasil colheria a sua melhor safra em toda a história no ano de 2018, foi por água abaixo com a chegada do clima seco. Segundo diversos produtores, agrônomos e cooperativas do grão em todo o Brasil, as perspectivas de que a melhor colheita seria em 2018 foram minimizadas, pois a forte seca tem afetado a plantação de café no país.

Conhecido como o produtor mundial de café, o Brasil tem registrado clima seco em diversas regiões neste ano, o que atrapalha a produção da safra. Nas regiões que mais se concentram as plantações do grão como o Sul de Minas Gerais, ao todo foram 10 milímetros de chuvas em um período de 30 dias, o que significa apenas um quinto do que seria esperado para o período.

Por causa da seca os produtores e as cooperativas do grão já admitem que não haverá aquela safra tão aguardada em 2018, uma vez que os pés de café estão sofrendo com a seca severa. Os analistas esperavam que o ano seguinte registraria a melhor safra já colhida pelo país, pois é o período que marca a alta do ciclo bienal de toda a produção do café arábica.

O gerente comercial da cooperativa de café Cocapec, Jandir Castro Filho, disse: “A ideia da supersafra acabou”. Ele ainda explicou que os pés de café que foram recém-plantados são os que mais sofrem com a forte seca, pois suas raízes estão mais superficiais, sendo assim alcançam menos água. Já os pés de café que são mais velhos possuem raízes mais profundas que são capazes de alcançar o solo mais fundo em busca de água.

A projeção de alguns analistas era de que o Brasil pudesse registrar 60 milhões de sacas do grão em 2018, o que seria a maior colheita de toda a história. As projeções foram baseadas no ano em que o país registrou sua maior produtividade, assim como a melhor preparação por parte dos produtores.

A última alta registrada no volume de safras do café aconteceu em 2016, quando o Brasil registrou um total de 51,4 milhões de sacas do grão. Segundo a Conab, os grãos de café arábica bateram o recorde histórico de 43,3 milhões de sacas durante o período.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *