Companhia aérea de Portugal opera primeiro voo livre de plásticos descartáveis

No final do mês de dezembro, a empresa aérea Hi Fly, de Portugal, operou o primeiro voo comercial já realizado no mundo a não ter nenhum item de plástico descartável. Essa atitude demonstra o esforço que várias companhias e agências governamentais estão adotando para evitar o chamado “single-use”, que é a expressão que se refere ao uso único de embalagens descartáveis, as quais são responsáveis por grande parte da poluição ambiental.

Essa expressão tem se tornado tão popular atualmente que chegou a ser escolhida como a “palavra do ano” em 2018 pelo Dicionário Collins. O voo operado pela Hi Fly saiu de Lisboa com destino ao Aeroporto Internacional Augusto Severo, na cidade de Natal. Nele, foram oferecidos aos passageiros somente talheres, copos e outros itens feitos a partir de materiais sustentáveis, como papel e plástico biodegradável.

De acordo com notícias oficiais divulgadas pela companhia, a Hi Fly planeja acabar com o plástico a bordo ainda nos próximos meses. Para a substituição, a empresa pretende utilizar itens feitos principalmente de bambu e recipientes reutilizáveis para oferecer os alimentos aos passageiros. Nas próximos semanas, outros três voos nessa mesma rota Lisboa-Natal serão feitos testando essa nova técnica, sem qualquer plástico descartável.

Segundo Paulo Mirpuri, presidente da companhia aérea, em entrevista para a emissora canadense CTV, é impossível continuar ignorando o impacto que a poluição causada por componentes plásticos está gerando nos ecossistemas, influenciando negativamente até na saúde humana. O executivo ainda destacou que a empresa recebeu um feedback positivo dos seus clientes, o que demonstra que essa é a atitude certa a ser tomada.

Assim como a Hi Fly, a companhia aérea Air New Zealand, da Nova Zelândia, é outra que também já declarou que está estudando a adoção de práticas que reduzam a utilização de plástico a bordo, através da substituição de copos, talheres, pratos e sacolas oferecidas aos passageiros. Além disso, algumas companhias dos Estados Unidos, como a Delta e a Alaska Airlines, são exemplos de empresas que vem adotando medidas para a redução dos descartáveis. Até o momento, elas já trocaram os canudos e recipientes de plástico por itens de papel.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *