Preços do petróleo sofrem com segunda onda de coronavírus e estoques elevados

Os preços do petróleo recuaram devido a um novo aumento no caso de coronavírus na China e nos Estados Unidos após as flexibilizações das medidas de isolamento mediante a pandemia. Além da pandemia, houve um aumento nos níveis de estoque da commodity nos Estados Unidos, o que fez as reservas nacionais de petróleo norte-americano atingirem máximas históricas.

O petróleo do tipo Brent encerrou a sessão do dia 17 de junho deste ano com queda de 0,6%, cotado a 40,71 dólares cada barril. Na mesma sessão, o WTI (petróleo norte-americano) teve queda de 1,1%, encerrando o pregão em 37,96 dólares a unidade (barril). Os estoques de petróleo norte-americano atingiram um nível recorde de 539 milhões de barris estocados. Essa é a segunda máxima histórica das reservas de petróleo alcançadas somente em junho deste ano, sendo a segunda alta consecutiva em duas semanas, de acordo com notícias divulgadas pelo governo dos Estados Unidos no dia 17 de junho deste ano.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) disse que irá fazer novas orientações quanto às medidas de isolamento social e tratamento da covid-19. As novas medidas serão baseadas em novos estudos que estão sendo revelados sobre medicamentos capazes de combater o vírus. Dentre os novos medicamentos que estão sendo testados, a dexametasona reduziu consideravelmente a quantidade de vítimas do coronavírus. Os testes vêm sendo realizados com pacientes em estado grave da doença, e mostrou-se ser bastante eficaz no combate ao vírus.

Porém, além dos avanços que elevam os ânimos dos investidores no mercado acionário, novos casos de coronavírus nos Estados Unidos e na China fez com que vários voos fossem cancelados e escolas que haviam acabado de retomar suas atividades fossem novamente fechadas. O receio de uma segunda e terceira onda de coronavírus já está sendo observado em novos casos em Pequim e estados norte-americanos que aderiram à reabertura das atividades econômicas.

“A queda observada do preço do petróleo na sessão do dia 17 de junho deste ano tem ligação direta com a elevação dos casos de coronavírus e o aumento dos níveis do estoque de petróleo WTI”, explica o vice-presidente da Tradition Energy situada em Stamford, Connecticut, Gene McGillian.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *