Fernando Iunes entra para o quado de sócios da EB Capital, liderada por Duda Melzer

Em setembro de 2019, A EB Capital, gestora de private equity, criada por Duda Melzer, Luciana Ribeiro, Pedro Melzer e Pedro Parente tem um novo integrante, Fernando Iunes, que foo sócio do Itaú BBA durante mais de 20 anos.

Iunes é formado em Engenharia Civil, com mestrado e doutorado cursados pela prestigiada Universidade de Londres. No Itaú BBA, o executivo foi sócio, diretor executivo e ainda chefe do setor de banco de investimentos, onde liderou centenas de processos, além de participar de fusões e aquisições e movimentos de reorganização societária até deixar o banco, em 2016. No momento, ele é membro do conselho da Gerdau S.A.

De acordo com Duda Melzer, a EB Capital enxergou nessa jogada uma excelente oportunidade de mercado. Ele ainda destacou que, como a empresa conta com projetos de grande magnitude em seu portfólio, isso exige especialistas experientes como Iunes.

Essa foi a segunda movimentação de capital já feita pela EB Capital, de Duda Melzer, em um intervalo de aproximadamente cinco meses. No mês de abril, foi o diretor executivo Pedro Parente, presidente do conselho da BRF, uma das maiores empresas do ramo de alimentos, que ingressou na empresa.

Segundo Fernando Iunes, durante uma conversa com os demais sócios da EB Capital, ele notou que existe uma forte sintonia em termos de princípios e valores. Ele ainda destacou que faz bastante sentido desenvolver uma plataforma de private equity apropriada no país pois as quedas constantes na taxa de juros influenciam na procura de ativos por parte dos investidores, o que fortalece o patrimônio privado.

No que diz respeito a questão institucional da EB Capital, a companhia foi criada em 2017, na cidade de São Paulo, e é responsável por controlar investimentos de mais de R$ 700 milhões através de dois fundos. De acordo com Duda Melzer, haverá ainda um terceiro fundo, que segue em processo de aquisição.

O site da EB Capital destaca que a companhia tem como foco os investimentos em empresas de médio porte que estão em busca de desenvolvimento ou transformações, como por exemplo, ao tentar entrar em novos mercados ou ao passar por um processo de reestruturação dos negócios. Os seus recursos são provenientes de seu quadro de sócios e ainda de investimentos com origem no Brasil e no exterior, especialmente pelos “escritórios familiares”, que são empresas de gestão de propriedades e ativos de uma família.

Até o final do ano de 2019, a EB Capital de Duda Melzer já havia investido em dez companhias, com destaque em particular para aquelas que operam nos campos de telecomunicações tecnologia e distribuição. Isso inclui, por exemplo, a Sumicity, uma empresa especializada em serviços de banda larga; a Wine, uma companhia online de venda de vinhos; e a BR Supply, um negócio que fornece suprimentos para outras empresas.

Faria Limer trabalha até 11 horas e vê profissão como paixão

Quem é que não sonha em ter um estilo moderno e confortável em uma cidade que tem tudo e muito mais como São Paulo? A realidade dos conhecidos faria limers é cheia de glamour e sofisticação em uma região repleta de edifícios comerciais elegantes. As pessoas que trabalham lá assim como os moradores têm a alegria de usufruir do melhor do que a vida pode oferecer, afinal de contas eles também trabalham bastante para manter o estilo de vida que têm.

O condado, como é chamado a região da Faria Lima, é preenchido por pessoas que pensam em ganhar bastante dinheiro. Cada oportunidade de um novo negócio faz os batimentos cardíacos dos  faria limers  acelerarem mais um pouco. O Brasil está passando por um período turbulento da economia. As notícias desanimadoras parecem querer tirar a esperança de quem busca o seu lugar ao sol, mas não para os faria limers. O grupo seleto de pessoas da região empresarial de São Paulo conta até mesmo nomes conhecidos, que podem ser chamados de influenciadores.

O dono da Alaska Asset Management, Henrique Bredda se inspirou em histórias reais que leu em 1996 em uma reportagem da Veja. Hoje com 38 anos, ele já viu a sua empresa crescer 564% desde 2016, que acompanhou o ritmo da Magazine Luiza. O empresário já trabalhou como garçom em Londres para aperfeiçoar o inglês e ter mais experiência fora do Brasil. Quando chegou ao Brasil, entrou no mercado de finanças. Ele já passou por um banco, porém não gostou do ambiente por ser muito grande. Enquanto as pessoas buscavam pela casa própria, ele passou a buscar a própria asset, termo que também pode ser entendido como investidora.

O dia a dia de Bredda não é tão fácil, pois avalia que o mercado tem muitas altas e baixas que gera um nível de estresse. Ele reconhece que tem uma aparência de mais velho do que 38 anos, apesar do ônus, o mercado de investimentos é uma paixão que possui. A carga horária que procura passar em seu escritório chega até 11 horas. Quando está descansando gosta de ler sobre política e o mercado de ações.

Diretor acorda às 5 da manhã para manter estilo de vida Faria Limer

Na região da Faria Lima, uma pessoa conhecida é o empreendedor Henrique Bredda. Em suas redes sociais o faria limer posta sobre vários assuntos e não tem medo de ser polêmico. Quando passa na rua, é reconhecido pelos outros membros do condado. Ele gosta de ter liberdade para sair sempre que se sentir confortável. As conversas que têm os seus seguidores, quando encontram ele, são sempre saudáveis e interessantes.

Os novos frequentadores da Faria Lima gostam do título que recebem e acham o máximo o estilo de vida que têm. Pablo Spyer, 43, é um  profissional da região que sempre se empolga para dizer o quão legal é a região. O diretor operacional da corretora sul-coreana Mirae Asset é uma pessoa bem-sucedida. A empresa que dirige é uma das cinco maiores no país e possui aproximadamente 10 bilhões de reais em investimentos.

Spyer está no cargo há quase 10 anos e pode ganhar quase 2,5 milhões de reais todos os anos, de acordo com estimativas. Mais da metade desse valor vêm de bônus. O diretor tem até conta no Twitter, lá ele deixa a sua opinião sobre o mercado como a alta do dólar e posta as suas participações em matérias sobre a economia.

Todos os dias, às 7h00 ele publica um vídeo de 59 segundos sobre o que pode acontecer no mercado. O boletim tem o nome oficial de Minuto Econômico e ganhou o apelido de “Touro de Ouro”, o que se deve ao amuleto que o executivo ostenta em sua mesa. Todas as redes sociais do Touro têm aproximadamente 50 000 seguidores.

O faria limer iniciou a sua história no ramo de ações da década de 80, quando decidiu se tornar um trader. A inspiração para a profissão veio com o filme Wall Street, em 1987, de Oliver Stone. Para ele, a economia está se recuperando de uma de suas piores crises e vai de vento em pompa.

O sucesso que tem, é atribuído a exaustiva rotina. Sempre chega primeiro no escritório e é o último a sair, depois das 20h00. Como sofre de insônia, ele acorda 5 da manhã e já vai se informando sobre o mercado antes das notícias do boletim da Bloomberg.

Por que as solicitações frequentes de avaliação são um mau sinal?

Um dos problemas mais controversos para qualquer negócio na nuvem é a duração do teste e a possibilidade de sua extensão. Por quanto tempo você deve dar acesso gratuito ao produto? Quando você deve fazer exceções e estender a avaliação gratuita?

Alguns profissionais de marketing acreditam que uma “opção de teste curto + renovação” é o melhor caminho a percorrer. De fato, se o usuário solicitar que você estenda o período de avaliação, você provavelmente deve fazer isso. No entanto, se tais solicitações são recebidas com frequência, isso pode ser um sintoma de “doenças” mais profundas. Nesse caso, uma solicitação de extensão é uma oportunidade para descobrir as causas do problema e as soluções.

Devo estender a versão de avaliação? Se uma parte dos profissionais de marketing considera a “opção de teste curto + renovação” como a solução ideal, as outras, pelo contrário, tentam não estender o período livre. Essa abordagem também é lógica, porque, ao incentivar a expansão da avaliação, você está de fato migrando para o modelo freemium, para um produto “shareware”. Este dificilmente é seu objetivo.

Se você estender a avaliação individualmente, coletando feedback, notícias e analisando cada caso, será capaz de entender por que isso é necessário para um usuário específico e segmentos inteiros da audiência. Talvez as pessoas não tenham tempo para entender algo sobre o produto – o resultado será integrar elementos de gamificação e treinamento na versão de teste.

Melhor expandir o teste do que perder um cliente. Obviamente, é melhor oferecer (ou concordar) uma extensão do julgamento do que não converter a liderança e perdê-la para sempre. Os problemas surgem quando você expande as versões de avaliação, mas não altera mais nada no produto. Não há interação mais profunda. Não há obrigações de ambas as partes. Você apenas dá às pessoas os próximos 7 dias, mas e daí?

Mesmo se você integrou um processo de registro automatizado e uma extensão de avaliação em sua plataforma, ainda precisa coletar feedback e é melhor realmente se comunicar com um cliente em potencial.

Como regra, a principal razão para tais solicitações é que as pessoas estavam distraídas no início do período ou estavam ocupadas naquele momento. Agora que o teste terminou, os usuários querem estendê-lo para realmente experimentar o produto.

Entenda como é feito o teste rápido para detectar coronavirus

O ano de 2020 começou repleto de notícias sobre o coronavírus, vírus semelhante ao da gripe, mas mais forte, que está gerando uma espécie de epidemia na China. Com o passar do tempo, pessoas que tiveram contato com outras pessoas que estiveram na China, começaram a contrair o vírus e o espalhar para outros países e continentes, chegando inclusive ao Brasil.

A doença é tratável e os primeiros casos datam da década de 80, mas jamais com a intensidade atual. Por conta disso, testes rápidos estão sendo feitos em pessoas suspeitas de terem contraído o vírus. O teste consiste na retirada de um pouco de muco do nariz ou da garganta do paciente enfermo, com o uso de um cotonete. O Instituto Médico Robert Koch também orienta aos profissionais de saúde que além deste, colham amostras de secreções dos pulmões ou brônquios. Os testes têm seus resultados em até cinco horas e o procedimento é muito semelhante com os exames de paternidade, sendo considerado pelos profissionais como um procedimento padrão, e não como algo inusitado e novo.

Vale lembrar que os sintomas de coronavírus são muito semelhantes ao de uma gripe forte ou pneumonia, por isso o pânico das pessoas, uma vez que a distinção só é feita por exames. Devem passar pelo exame toda pessoa que estiver com sintomas de uma pneumonia viral de causas não muito claras, com tosse, falta de ar e febre, além de terem tido contato com alguém infectado ou estado em algum lugar de risco, seja a China, ou uma cidade em que há casos de coronavírus.

Laboratórios particulares também estão realizando o teste em pacientes com gripe, como forma de prevenção, já que nem todo mundo sabe se teve contato com um infectado. O coronavírus é transmitido pelo ar, através de gotículas expelidas no momento do espirro ou tosse, bem como pelo beijo, aperto de mãos ou simplesmente ao ter contato com objetos usados por pessoas infectadas, como maçanetas, computadores, celulares e torneiras.

Embora os sintomas mais comuns sejam os clássicos de uma gripe, há casos de pessoas que também tiveram muita dor no corpo e diarreia.

Deserto de sal e Caribe têm hotéis com glamour e luxo

Hotéis sempre são lugares que têm uma estrutura para receber os turistas com conforto. Existem os que além de proporcionar conforto, conseguem dar luxo e sofisticação para a experiência do viajante. Todo mundo gosta de mais conforto e de mimos, principalmente em uma viagem que planejou por um bom tempo para ser realizada.

Em Curaçao, o Curaço Marriot Beach Resort passou por uma reforma que custou a bagatela de US$ 40 milhões. As novas estruturas foram inauguradas em novembro do ano passado e oferecem 336 quartos com um estilo renovado de decoração e arquitetura.

O chef Dino Jagtian é quem lidera o restaurante da alta gastronomia Ç-Spice. A vista da paisagem para os hóspedes do hotel é do mar do Caribe. Quem desejar se hospedar lá, terá que gastar no mínimo R$ 626, o valor oficial é de US$ 145.

Em Milão, na Itália, a Galleria Vik Milano teve a sua nova estrutura conhecida em novembro de 2019. O espaço está em um lugar bem requisitado; a Galleria Vittorio Emmanuela II, bem conhecida pelos viajantes, localizada no centro da cidade e comporta muitas lojas de grife.

As acomodações têm uma decoração elegante e original e conta com 89 quartos. A arte é um destaque para a decoração, que foi pensada de uma maneira que coloca ênfase no legado artístico de Milão. A empresa que cuida do hotel é Vik Retreats. Uma diária chega ao valor de 249 euros, aproximadamente R$ 1176.

Um dos lugares mais lindos do mundo, o Salar de Uyuni, na Bolívia, tem uma hospedagem de luxo que teve inauguração em 2019. A região está a uma altura de 3.600 metros de altitude em relação ao nível do mar. O Kachi Lodge é um hotel com acomodações em forma de domo geodésico bem no meio do deserto de sal com maior extensão do mundo.

À noite, boas notícias, os visitantes poderão contemplar o encantador céu estrelado, a principal atração noturna do passeio turístico. O  conforto dos espaços  é satisfatório para uma boa hospedagem. O local está próximo de uma ilha de cactos, um dos atrativos do deserto de sal. Duas noites na hospedagem custa US$ 2.280, quase R$ 9848.

Por que um post longo é melhor que um post curto?

Em nossa era do pensamento de clipes e multitarefa, a maioria dos profissionais de marketing aceita há muito tempo o axioma de que conteúdo conciso é a melhor maneira de transmitir informações e notícias. As pessoas estão constantemente ocupadas, então você precisa ser baixo para manter a atenção e não levar muito tempo. No entanto, quando se trata de atrair tráfego orgânico e classificar o conteúdo de mecanismos de pesquisa, esse ponto de vista não parece mais inequivocamente verdadeiro.

Sim, ainda há textos curtos em demanda, no entanto, a demanda pelas chamadas leituras longas também está crescendo na Web – artigos longos: esse conteúdo, em regra, tem preferências nos mecanismos de busca (especificamente no Google).

Desde que os blogs se tornaram uma fonte comum de informações, também aumentou a competição pela atenção do público. E conquistar altas posições nos resultados de pesquisa se tornou um aspecto importante dessa competição. Portanto, embora leituras longas exijam mais tempo e esforço, vale a pena. Vamos descobrir o porquê.

Estratégia de marketing de conteúdo: artigos longos x artigos curtos – Por que você deve publicar artigos longos?

As leituras longas geralmente incluíam artigos com 1200-2000 palavras. Recentemente, no entanto, esses padrões mudaram – atualmente, publicações de 3.000 a 4.000 palavras também são comuns. Isso é muito mais do que as notas curtas de 350 a 600 palavras tradicionais com as quais muitos estão acostumados.

Provavelmente, pessoas que em uma sessão dominarão seu grande artigo, e a verdade não será tantas. No entanto, a prática mostra que as pessoas têm maior probabilidade de republicar materiais tão grandes, marcá-los como favoritos e retornar a eles várias vezes. E isso é apenas parte dos benefícios.

Leituras longas obtêm mais curtidas e republicações – Artigos longos permitem que você forneça informações mais úteis e, portanto – e são mais valorizados pelos usuários. É importante lembrar que é o valor da informação em primeiro lugar, e não o número de palavras em si.

Você pode descobrir o tópico completamente, do básico às sutilezas, em um post. Esses materiais sólidos atraem pessoas para o seu conteúdo, inspiram-nos a compartilhá-lo com outras pessoas e aumentam a credibilidade da sua marca.

Petrobras reduz preço da gasolina em 9,5% e do diesel em 6,5% em março de 2020

A Petrobras divulgou em novas notícias no dia 12 de março de 2020 que reduziu o preço da gasolina em 9,5% e do diesel em 6,5% nas refinarias de todo o País. O novo reajuste entrou em vigor no dia 13 de março deste ano e cada posto irá trabalhar com os valores repassados na bomba. Essa queda recorde anunciada pela estatal está atrelada à redução do preço do petróleo ao redor do mundo, que foi motivado por novos casos de covid-19 e guerra comercial entre a Rússia e Arábia Saudita. A cotação do petróleo também motivou cortes na taxa de juros básica em países da Europa e dos Estados Unidos.

No dia 12 de março deste ano, os preços do barril de petróleo continuaram seguindo em queda. Um dos motivos que levaram a mais um dia de forte baixa foi a divulgação das notícias do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de proibir viagens dos EUA para a Europa pelos próximos 30 dias e do avanço do covid-19 entre os americanos. O que motivou essa tomada de decisão pelo presidente dos Estados Unidos, foi tentar conter ao máximo a disseminação do vírus dentro do país.

Os preços do petróleo já registram queda acumulada de 50%, contrapondo as máximas históricas alcançadas no início de janeiro deste ano. O preço encontra-se em patamares registrados em 1990, quando o mundo presenciava a Guerra do Golfo e a guerra de preços iniciada pela Arábia Saudita desde então, fato que prejudicou a economia em diversos países.

Mesmo com essa queda brusca no preço do petróleo ao redor do mundo, o repasse ao consumidor final aqui no Brasil não é imediato, pois fatores como: estoque, margens de distribuição, impostos, mistura de biocombustíveis e revenda, transformam o reajuste nas bombas em algo a longo prazo. Segundo dados da ANP (Agência Nacional do Petróleo), houve um recuo nas bombas de combustível nos postos do Brasil já observados na primeira semana de março deste ano. A agência explica que poderão ocorrer novos cortes nos preços ao longo das próximas semanas devido à instabilidade do mercado externo neste momento.

Navio encalhado na costa do Maranhão transportava óleo e minério de ferro

A Marinha do Brasil divulgou em novas notícias no dia 11 de março de 2020 que começou a retirar o óleo do navio encalhado Stellar Banner. O navio está encalhado desde fevereiro deste ano na costa do Maranhão. De acordo com o proprietário do navio, o empresário Polaris Shipping, há cerca de 140 toneladas de óleo diesel e 3,5 mil toneladas de óleo combustível misturado na embarcação. O produto deverá ser retirado da embarcação com o máximo de cuidado para não haver derramamento. Caso o produto vaze no mar, os profissionais da Marinha e das equipes de apoio estão preparados para conter o vazamento do material próximo à embarcação, evitando uma catástrofe no litoral brasileiro como as que foram registradas recentemente.

A operação de retirada de óleo do navio é conduzida pelas equipes contratadas pelo empresário e proprietário da embarcação com o apoio da Marinha. Dentre as embarcações que estão dando apoio na retirada do produto à base de petróleo, a ALP Defender está ancorada para ajudar na retirada da carga. A embarcação de apoio oferece capacidade de 3 mil metros cúbicos de espaço para o armazenamento do combustível.

Antes de iniciar a operação, foram realizados diversos testes no sistema de transferência do produto para as outras embarcações. A operação de extração do combustível não tem data prevista para ser encerrada, e poderá se estender por alguns dias conforme as dificuldades do serviço. No dia 9 de março, o governo federal e a Marinha aprovaram o plano de remoção do combustível do navio encalhado, que foi colocado em prática já no dia 12 de março. A preocupação das autoridades é que a embarcação encalhada venha a vazar por falhas técnicas e a algum possíveis rompimentos do casco após o impactos sofrido quando a embarcação encalhou.

Segundo a Marinha, existe ainda um plano de contingência que poderá ser colocado em prática se houver vazamentos durante a operação de transferência do óleo para as outras embarcações. Além dos combustíveis já citados, o Stellar Banner também possui uma carga de minério de ferro que poderia contaminar as águas do Oceano Atlântico em caso de vazamento.

Estudantes brasileiros apresentaram projetos inovadores na Febrace de 2020

Diversos projetos de ciências e tecnologia foram apresentados por jovens estudantes brasileiros na Febrace (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia) entre os dias 17 e 19 de março de 2020. As notícias sobre os projetos que mais se destacaram foram divulgadas no site da USP e em sites relacionados com o assunto. A feira é promovida anualmente pelo LSI (Laboratório de Sistemas Integráveis) da Poli-USP, considerado o maior encontro de ciências que reúne projetos de engenharia de estudantes pré-universitários em todo o País. Na edição de março de 2020, o evento contou com a presença de 66 mil estudantes com o intuito de mostrar projetos científicos, culturais, de negócios, que estimulem a educação básica e abra caminho para novas técnicas.

“O sucesso da feira é cada vez maior. Na edição de março, houve 60 mil estudantes brasileiros apresentando projetos de pesquisa científica e tecnológica. Os projetos foram submetidos a uma das 123 feiras afiliadas ao Febrace”, explica a professora da Poli-USP (Politécnica da Universidade de São Paulo), Roseli Lopes de Deus. O alcance do Febrace no País é resultado de várias iniciativas, onde foram realizadas campanhas de sensibilização, seminários, palestras, programas de formação, dentre outros eventos motivadores. Para estimular cada vez mais as práticas pedagógicas que inovam o modo de fazer ciências, o Febrace é embasado no sistema STEAM, sigla em inglês para “Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática”.

De acordo com Roseli, o Febrace é responsável por estimular os jovens a se interessarem mais por suas carreiras e se tornarem ótimos profissionais comprometidos com o que fazem. Na edição deste ano do evento, que já chegou em sua 18ª edição, houve uma mudança de endereço e um novo local com melhor infraestrutura, foi o cenário das apresentações dos estudantes neste ano. Com a nova estrutura, foi possível receber 1.200 professores e estudantes que chegaram à fase final do projeto, além de 5 mil visitantes que estiveram presentes. O evento possui entrada gratuita e os visitantes tiveram que se registrar no site https://febrace.org.br/agendar/ com antecedência.

Segundo um comitê de examinadores formado por pesquisadores, professores universitários e especialistas em diversos assuntos, os melhores projetos receberam troféus, bolsas do CNPq, medalhas, visitas técnicas e intercâmbios, sendo entregue ao todo 300 prêmios. A cerimônia de premiação ocorreu no dia 20 de março e contou com a participação dos Youtubers famosos por seu canal de conteúdos educativos, Iberê Thenório e Mari Fulfaro, ambos do canal Manual do Mundo.